Diferenciais competitivos

Pesquisa e Desenvolvimento

Os principais projetos da área de Inovação e Tecnologia desenvolvidos na safra 2012-2013 foram:

Etanol 2G – Acordo firmado com a companhia dinamarquesa Inbicon, do grupo DONG Energy, irá combinar a experiência industrial e comercial da Odebrecht Agroindustrial e o know-how da Inbicon para acelerar o desenvolvimento de tecnologias para produção de etanol e outros produtos a partir de matérias-primas lignocelulósicas, como o bagaço da cana, e técnicas fermentativas. Os primeiros testes ocorreram ainda na safra 2012-2013, com o envio de três toneladas de bagaço de cana para a Dinamarca. A partir dos resultados obtidos na primeira fase do programa, será estudada a viabilidade de instalar no Brasil, entre 2015-2016, uma planta de demonstração, que será destinada à fase final de desenvolvimento e validação do processo.

Fermentação e leveduras industriais – O projeto já apresentou ganhos acumulados da ordem de R$ 46 milhões nas duas últimas safras. Está estruturado em duas frentes: a) otimização dos parâmetros de processos e capacitação das pessoas envolvidas na operação e no controle da fermentação; b) desenvolvimento de leveduras industriais em parceria com os Laboratórios de Genética e Expressão da Universidade de Campinas (Unicamp) e da Universidade Federal de São Carlos (UFScar) para obter leveduras mais adequadas à produção de etanol em larga escala por meio de alteração genética.

Simulação e otimização de processos – Esse projeto permitirá integrar diferentes tecnologias para maximizar a agregação de valor à biomassa e possibilitará a otimização energética e de produtividade dos ativos industriais, por meio do uso de simuladores de processo, de técnicas de controle avançado, entre outras.

EM16052013-8977