Engajamento

GRI 3.5

GRI 4.16

GRI 4.17

Em 2011, na busca de maior eficácia e transparência em seus processos produtivos e na comunicação com seus diversos públicos, a Empresa identificou 11 temas mais relevantes para uma atuação sustentável, que deram origem a sua Matriz de Materialidade: Preservação ambiental; Saúde e segurança em toda cadeia produtiva; Geração de emprego e renda; Treinamento e desenvolvimento; Desempenho dos negócios; Transparência e prestação de contas; Geração de energia a partir de biomassa; Prática das queimadas; Desenvolvimento local; Contratação e qualificação de mão de obra local; Condições de trabalho e respeito aos direitos humanos.

A mesma matriz está sendo aplicada na construção deste documento, pois não ocorreram mudanças significativas nas operações da Odebrecht Agroindustrial. No período, para chegar ao seu resultado, foram computados 153 questionários online, sendo 91 Integrantes da área administrativa, 38 da agrícola e 24 da indústria; e 196 impressos em quatro Polos: 60 em São Paulo, 52 no Araguaia, 63 em Goiás e 21 no Mato Grosso do Sul. O processo ainda envolveu entrevistas com lideranças e com o Líder Empresarial e contou com questionários respondidos pelo público externo: cerca de um terço dos Cientes e um quinto dos Fornecedores.

Para a definição da matriz, foram considerados aspectos relevantes de suas políticas internas, como as Diretrizes de Saúde, Segurança e Meio Ambiente (SSMA) e o seu Código de Conduta Ética, além de uma série de fatores pertinentes ao setor sucroenergético e outros relativos aos governos locais e comunidades, identificados por meio de painéis realizados em cinco dos nove municípios onde a Odebrecht Agroindustrial mantém o Programa Energia Social para a Sustentabilidade Local.

As questões foram hierarquizadas e organizadas em gráfico de quadrantes, de acordo com as pontuações, considerando-se os dois eixos da matriz (perspectiva dos públicos externos e perspectiva interna da Empresa). Foram destacados 11 temas de maior relevância, conforme demonstrado na matriz a seguir.

MATRIZ DE MATERIALIDADE

Temas e preocupações relevantes na visão das partes interessadas

{

}

A Empresa vem trabalhando os 11 temas apontados na matriz, para os quais mantém uma série de ações específicas visando a melhorias.

Temas de maior relevância

Tema

Atuação

Preservação ambiental A Empresa vem trabalhando o tema da preservação ambiental com dois enfoques: os controles e programas de prevenção e monitoramento para avaliar o impacto das suas atividades (vide capítulo Desempenho Social) e o enfoque da preservação ambiental nas comunidades onde a Empresa atua (vide Programa Energia Social para Sustentabilidade Local).
Saúde e segurança A Empresa mantém rigorosas diretrizes de saúde, segurança e meio ambiente – SSMA que visam assegurar a todos os Integrantes e Parceiros um ambiente de trabalho seguro e livre de acidentes. Além disso, mantém comitês e Cipas nas Unidades, para tratar o tema, e desenvolve diálogos e ações específicas de aculturamento, que envolvem Líderes e Liderados. Como resultado dessas iniciativas, houve uma redução considerável nas taxas de acidentes e lesões nas últimas safras. (Mais informações no capítulo Desempenho Social).
Geração de emprego e renda e contratação e qualificação de mão de obra local No âmbito do Programa Energia Social são desenvolvidas várias ações de treinamento e capacitação voltadas às pessoas das comunidades com as quais a Empresa se relaciona. O foco é aumentar a oferta de emprego por meio da qualificação dessas populações, contribuindo para o desenvolvimento local e a geração de renda. Desde o início do Programa, mais de 2 mil pessoas foram qualificadas localmente, sendo 65% contratadas pela Empresa. Na safra, cerca de 2,5 mil Integrantes locais foram beneficiados com promoções de cargos (vide capítulo Desempenho Social).
Treinamento e desenvolvimento No período, a Empresa destinou R$ 6 milhões para programas de treinamento e capacitação. A educação pelo e para o trabalho é uma das diretrizes motoras da gestão de pessoas.
Transparência e prestação de contas A Empresa mantém diversos canais, internos e externos, disponíveis para o diálogo com seus públicos de relacionamento, entre eles: o site (www.odebrechtagroindustrial.com), a intranet, a Rádio Minha Energia Odebrecht Agroindustrial e a revista Agro em Ação. Visando sempre a transparência na prestação de contas, publica ainda Relatórios Anuais, com base nas diretrizes da Global Reporting Initiative (GRI), em seu Nível A de aplicação.
Prática das queimadas Não existe mais a prática das queimadas em função da colheita 100% mecanizada em todas as Unidades. No entanto, a Empresa mantém programas específicos para controlar os riscos de incêndio, que ocorrem em função de fatores como as secas. Além disso, mantém brigadas de incêndio em todos os polos, especificamente treinadas para agir com rapidez e presteza em situações de risco e/ou perigo (veja o controle de incêndios no capítulo Desempenho Ambiental).
Desempenho dos Negócios Foco principal da gestão empresarial, a Odebrecht Agroindustrial é a empresa que mais investiu no setor nos últimos anos (veja detalhes no capítulo Desempenho Econômico-Financeiro)
Desenvolvimento Local O foco da responsabilidade social da Empresa é o desenvolvimento sustentável nas regiões de sua atuação por meio do Programa Energia Social para Sustentabilidade Local (vide detalhes no capítulo Desempenho Social).

O Relatório de Sustentabilidade Safra 2011-2012 foi avaliado por alunos do Master em Empreendedorismo e Inovação, na disciplina Sustentabilidade do curso da BI International, realizado em São Paulo. Os participantes, executivos de empresas de diversos setores da economia, analisaram a qualidade das informações publicadas, a aderência à matriz de materialidade e apresentaram sugestões de melhoria que estão sendo consideradas neste documento.